Justiça em Foco

"Quero que nenhum brasileirinho nasça em uma penitenciária", diz Cármen Lúcia

Vídeos

Quinta-Feira, Dia 24 de Março de 2016

Paulo Markun e Tereza Cruvinel recebem a ministra e futura presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia
 
“Quero que nenhum brasileirinho nasça em uma penitenciária, pois isso não é condição precária, é de absoluta indignidade. Na PUC de Minas Gerais fizemos um projeto de um centro que recebe as mulheres que estão prestes a ter o bebê. Essa é uma questão que quase não foi mexida no Brasil e o CNJ pode ajudar essa geração de pessoas que vai nascer”, disse ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal.
 
Confira a entrevista:
 

  
Mineira de Montes Claros, a ministra Cármen Lúcia é vice-presidente do órgão de cúpula do Poder Judiciário, ao qual compete a guarda da Constituição.
 
Palavras Cruzadas apresenta a trajetória profissional da ministra, suas ideias para o comando do STF, o papel da mulher na sociedade, julgamento dos planos econômicos dos anos 1980 e 1990 (o pai da ministra, de 97 anos, desistiu de uma ação para que ela pudesse participar do julgamento), a situação dos presídios, planos para o Conselho Nacional de Justiça, o processo que liberou as biografias não autorizadas, entre outros assuntos.
 
Na entrevista, somam-se a Paulo Markun e Tereza Cruvinel o diretor da revista eletrônica Consultor Jurídico, Márcio Chaer, a colunista da Folha de S. Paulo Mônica Bergamo e o diretor da sucursal de O Estado de S. Paulo, em Brasília, Marcelo Moraes.
Responsive image
Mineira de Montes Claros, a ministra Cármen Lúcia é vice-presidente do órgão de cúpula do Poder Judiciário, ao qual compete a guarda da Constituição.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com TvBrasil.
Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro


Vídeos


Indique a um amigo
Imprimir notícia 
Últimas Notícias

Outras Notícias Clique Aqui


Deixe um comentário

O código de validação é 9652