Justiça em Foco

JF no Piauí realiza evento sobre Gestão Estratégica e Processo Judicial Eletrônico

Eventos e Cursos

Quarta-Feira, Dia 05 de Abril de 2017

A Seção Judiciária do Piauí iniciou, o evento “Gestão Estratégica e Processo Judicial Eletrônico (PJe)”, promovido pela Escola de Magistratura Federal da 1ª Região (ESMAF), e que seguiu até dia (4), destinado a magistrados desta Seccional e das Subseções vinculadas, extensível aos diretores das Secretarias das Varas e das Subseções e aos oficiais de Gabinete.
Na manhã do dia (3), o juiz federal Marcelo Velasco Nascimento Albernaz proferiu a palestra “Planejamento estratégico: processo de definição, metas aplicáveis à Justiça”. Segundo ele, “Não é razoável fixar uma mesma meta para todas as unidades. A questão de trabalhar muito é importante, mas não como meta, e, sim, como um meio”, afirma.
No período da tarde, o juiz federal Carlos Henrique Borlido Haddad, da Seção Judiciária de Minas Gerais, ministrou a palestra “Soluções encontradas na prática para contornar as perdas e os desperdícios na unidade judiciária”.
O juiz federal Marcelo Velasco Nascimento Albernaz ministrou a palestra “Planejamento Estratégico: processo de definição, metas aplicáveis à Justiça Federal e ferramentas de acompanhamento”. O evento, também voltado aos servidores, aconteceu no Auditório Salmon Lustosa, e foi transmitido por videoconferência para todas as Subseções do Piauí. Estiveram presentes na palestra representantes do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ/PI); 2° Batalhão de Engenharia e Construção (BEC); 25° Batalhão de Caçadores (25 BC); além de servidores da Justiça Federal no Piauí (JF/PI).
Nesta terça-feira, os instrutores Andrey Leonardo Lima e Rúbia de Almeida Mesquita inseriram os participantes em laboratório de informática, com a utilização do sistema em ambiente de teste, com diversas simulações de situações reais e práticas do cotidiano do usuário. A experiência permitiu aos presentes uma familiarização com o sistema eletrônico.
O que é o PJe
O Processo Judicial eletrônico (PJe) é um sistema desenvolvido pelo CNJ em parceria com os tribunais e a participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para a automação do Judiciário.
O objetivo principal é manter um sistema de processo judicial eletrônico capaz de permitir a prática de atos processuais, assim como o acompanhamento desse processo judicial, independentemente de o processo tramitar na Justiça Federal, na Justiça dos Estados, na Justiça Militar dos Estados e na Justiça do Trabalho.
A utilização do sistema exige a certificação digital de advogados, magistrados, servidores ou partes que precisarem atuar nos novos processos.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com TRF1.
Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro


Eventos e Cursos


Indique a um amigo
Imprimir notícia 
Últimas Notícias

Outras Notícias Clique Aqui


Deixe um comentário

O código de validação é 1797