Destaque da Redação

Lava Jato: Tranquilo e disposto a colaborar, Vital do Rêgo já havia divulgado nota em 2016

Ministro do TCU e ex-senador da Paraíba, Vital do Rêgo Filho. (Foto: Arq/Sindilegis) Ministro do TCU e ex-senador da Paraíba, Vital do Rêgo Filho. (Foto: Arq/Sindilegis)
Da redação (Justiça em Foco). - sexta, 14 de abril de 2017
 

Brasília - Tranquilo e disposto a colaborar com a Justiça, após ser alvo de operação deflagrada na manhã de 5 dezembro de  2016 pela Polícia Federal, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e ex-senador da Paraíba, Vital do Rêgo Filho, chegou a divulgar nota oficial à imprensa para se defender de acusações na época. 
 
Esta semana, Vital do Rêgo Filho chegou a dispensar a estrutura de comunicação do TCU, (auxílio oferecido pelo presidente da Corte, Raimundo Carreiro), demonstrando que está absolutamente disposto a colaborar com a Justiça no que for necessário.
 
Em nota, divulgada à imprensa em 2016, Vital do Rêgo reiterou sua irrestrita colaboração com a inclusão do seu nome entre os investigados da Lava Jato, no STF.
 
Confira a nota na íntegra divulgada em 5/12/2016:
 
“Com relação à diligência ocorrida na manhã de hoje, quero manifestar meu respeito e compreensão ao trabalho das autoridades competentes no exercício de suas funções legais.
 
Tenho certeza que a medida, cumprida com eficiência e urbanidade, vai confirmar que jamais tive qualquer participação nos fatos em apuração.
 
Quero renovar meu compromisso de irrestrita colaboração com as autoridades, naquilo que for necessário, dentro do que determina o devido processo legal e as regras que regem o Estado Democrático de Direito”.