Justiça em Foco

Representantes da área humanitária ONU condenam ataques a civis e infraestrutura em Raqqa, na Síria

Mais Notícias

Quarta-Feira, Dia 23 de Agosto de 2017

Representantes da área humanitária das Nações Unidas para a Síria expressaram esta semana uma profunda preocupação com relatos sobre as mortes recentes de muitos civis em ataques, inclusive aéreos, na cidade síria de Raqqa, onde forças de coalizão estão combatendo terroristas do grupo Estado Islâmico (EI).
 
 
Em comunicado conjunto, o coordenador humanitário para a Síria, Ali Al-Za’tari, e o coordenador humanitário regional em exercício, Ramesh Rajasingham, lembraram que a ONU condena os ataques direcionados a civis e à infraestrutura da cidade. Eles lembraram ainda a todos os envolvidos no conflito de sua obrigação de proteger civis, de acordo com as leis internacionais.
 
 
Segundo a nota, nos últimos meses, ataques aéreos e bombardeios regulares na cidade teriam atingido dezenas de civis, incluindo mulheres e crianças. Cerca de 75 mil pessoas já fugiram de Raqqa e entre 18 mil e 25 mil civis continuam presos na cidade e em risco de serem mortos por atiradores ou minas do EI se tentarem fugir. Eles arriscam-se a ser usados como escudos humanos ou mortos em ataques aéreos se ficarem na área.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com EBC e da ONU News.
Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro


Mais Notícias


Indique a um amigo
Imprimir notícia 
Últimas Notícias

Outras Notícias Clique Aqui