Justiça em Foco

Ministros defendem inclusão do Brasil na rota de parques temáticos

Mais Notícias

Quarta-Feira, Dia 18 de Outubro de 2017

Um trabalho conjunto dos ministros do Turismo, Marx Beltrão, e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, pode colocar o Brasil definitivamente na rota dos principais parques temáticos do mundo.

A proposta é mudar a classificação dos equipamentos do setor para bens de capital e estimular a competitividade do país na importação de atrativos sem similar nacional. 

Representantes do segmento consideram as medidas determinantes para a vinda de investidores como a Disney, Universal, Busch Gardens, Six Flags, Legoland e outras bandeiras que fazem parte das maiores empresas do ramo.

O primeiro passo ocorreu na última reunião de ministros de Turismo do Mercosul, quando os representantes dos quatro países membros manifestaram apoio às demandas do Sistema Integrado de Parques de Atrações Turísticas (Sindepat).

Paralelamente, a pasta da Indústria e Comércio Exterior está com uma consulta aberta até o próximo dia 1º para confirmar que não há produção de equipamentos análogos na indústria nacional.

Após a consulta, o documento será apresentado no grupo técnico da Câmara de Comércio Exterior e, caso não haja nenhuma objeção, segue direto para o fórum de ministros ligado ao tema no Mercosul.

“As maiores marcas têm expandido suas operações em diversas partes do mundo, com investimentos vultuosos e milhares de empregos gerados. Se fizermos alguns ajustes, temos totais condições de nos consolidar como o grande hub (equipamentos com função de interligar vários computadores em uma rede) de parques temáticos das Américas Central e do Sul”, afirmou o ministro Marx Beltrão.

“Estamos avançando. Temos trabalhado para atender as demandas do setor, porque sabemos que elas são importantes para gerar emprego e renda para o país”, acrescentou o ministro Marcos Pereira.

Braços Abertos

As inscrições no canal de educação online e gratuito do Ministério do Turismo Brasil Braços Abertos (BBA) terminaram esta semana com 1.982 inscritos apenas no Centro-Oeste. Em todo o Brasil, foram registradas 26.856 mil inscrições. O Distrito Federal recebeu 811 inscrições, seguido do Mato Grosso (421), Mato Grosso do Sul (401) e Goiás (349).

Os inscritos terão até o dia 15 de janeiro de 2018 para concluir os estudos pelo endereço e receber o certificado, validado como curso de extensão pelo MTur, em parceria com o Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ). A oportunidade representa um diferencial no currículo do profissional.

O Brasil Braços Abertos oferece flexibilidade para quem deseja aprimorar conhecimentos. Nele, é possível aprender de forma dinâmica (com videoaulas e jogos) temas como atendimento ao turista, sustentabilidade, planejamento financeiro, marketing, inglês e prevenção de riscos. O curso pode ser acessado por qualquer dispositivo que tenha acesso a internet, como celulares, tablets e computadores.


Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com EBC.
Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro


Mais Notícias


Indique a um amigo
Imprimir notícia 
Últimas Notícias

Outras Notícias Clique Aqui