Mais Notícias

Alteração no PSL: Equipe de Jair Bolsonaro tem trânsito livre para comandar partido

Deputado federal Jair Messias Bolsonaro(PSL) Deputado federal Jair Messias Bolsonaro(PSL)
Por Carla Castro e Mário Benisti | Redação Justiça Em Foco. - terça, 13 de fevereiro de 2018
 

BRASÍLIA - Segundo apuração feita pelo site Justiça em Foco, o deputado federal Luciano Bivar e também presidente nacional do Partido Social Liberal (PSL), juntamente com o vice-presidente da sigla Antônio Rueda, abdicaram da presidência partidária no início de fevereiro deste ano. 

A postura dos dirigentes do PSL, em ceder o comando partidário nacional para o grupo ligado ao deputado federal Jair Bolsonaro, demonstra que o PSL acredita verdadeiramente no projeto político do pré-candidato à presidência.

Se simpatizantes da pré-candidatura do deputado federal Jair Messias Bolsonaro ao cargo de presidente do Brasil - tinham certas dúvidas sobre o futuro político de Bolsonaro após a entrada no PSL, agora podem se tranquilizar. 

Em conjunto, Bivar e Rueda registraram no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o comunicado que oficializa Gustavo Bebianno sendo o novo presidente nacional do PSL garantindo autonomia ao novo presidente nas decisões partidárias. 

Após ser anotado junto a Secretaria Judiciária do TSE, o grupo de Bolsonaro ganha trânsito livre para trabalhar na campanha eleitoral, o que não vinha acontecendo em outras legendas que Bolsonaro tentou se aproximar para concorrer as eleições. Vale lembrar que Bebianno além de aliado é pessoa de confiança de Bolsonaro.

PSL na Capital Federal

O presidente da sigla no Distrito Federal, além de ser Mestre em Direito Constitucional, é autor de diversos artigos voltados para o Direito Eleitoral. A sincronia entre a nova presidência nacional do PSL e Newton Lins na presidência da legenda no DF se deu pelo fato de Lins deter habilidade em áreas como segurança pública e ser próximo a um grupo de militares, onde proferiu diversas palestras. Além disso, o PSL-DF foi o primeiro diretório vir a público defender a entrada de Jair Bolsonaro no PSL.

 

Público Brasil

O gesto cívico altruísta de Bivar a Bolsonaro