Eventos e Cursos

Prêmio Gabinete Legal - TST premia gabinetes com melhor desempenho em 2017

Da redação (Justiça em Foco), com TST. - domingo, 25 de fevereiro de 2018
 

- O Prêmio Gabinete Legal foi criado em 2016.-
O Tribunal Superior do Trabalho realizou na última terça-feira (20) cerimônia de premiação da segunda edição do Prêmio Gabinete Legal, lançado em 2016 com a finalidade de incentivar o aumento da produtividade e da qualidade das decisões judiciais no âmbito do TST.

Os objetivos da iniciativa abrangem o estímulo, a identificação e a premiação dos gabinetes que demonstrem maior empenho no incremento da produtividade, o incentivo à otimização das práticas de gestão do acervo processual, a ampla divulgação da produtividade dos gabinetes e a replicação das boas práticas gerenciais. As categorias têm relação com as metas de natureza judiciária previstas no Plano Estratégico 2015-2020 do TST.

Nessa edição, além das sete categorias da primeira edição, foi criada uma nova, que tem como critério de premiação o somatório combinado das posições alcançadas nos seguintes pontos: maior número de processos julgados no ano, menor percentual de recursos internos por processo julgado, menor acervo processual e menor percentual de horas extras realizadas. O vencedor dessa categoria foi o gabinete da ministra Maria de Assis Calsing.

Segundo o presidente do TST, ministro Ives Gandra Martins da Silva Filho, idealizador do prêmio, a iniciativa contribuiu para a conquista, pelo TST, do Selo Diamante do CNJ, voltado para a excelência da gestão da informação, em 2017, pelo terceiro ano consecutivo. “Houve ganho do ponto de vista de produtividade, maior desempenho no ponto de vista de redução de estoque, do ponto de vista de celeridade e, principalmente, de qualidade”, afirmou.

Os três gabinetes com melhor colocação em cada categoria serão premiados com medalhas, e servidores receberão diplomas e elogios registrados em seus assentamentos funcionais.