Poder Judiciário

Supremo elege ministro Marco Aurélio para vaga de substituto no TSE e reconduz Fachin para novo biênio

Da redação (Justiça em Foco), com STF. - quarta, 06 de junho de 2018
 

No início da sessão ordinária desta quarta-feira (6), o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) elegeu o ministro Marco Aurélio para o cargo de ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o biênio 2018-2020, em decorrência da posse do ministro Luís Roberto Barroso no cargo de ministro efetivo. Também na sessão de hoje, o ministro Edson Fachin foi reconduzido para um novo biênio no TSE, na cadeira de ministro substituto.

O TSE é integrado por sete ministros titulares e sete substitutos, cabendo três vagas de cada categoria ao STF, duas ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e duas à classe dos advogados. A presidência é sempre exercida por um ministro do Supremo. O atual presidente é o ministro Luiz Fux, empossado no cargo em fevereiro último.