Geral

Sergio Moro apresenta balanço das principais ações de 2019

redacao@justicaemfoco.com.br | MJSP | Foto: Isaac Amorim/AG.MJ - terça, 24 de dezembro de 2019
 

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) apresentou, nesta quinta-feira (12), um resumo dos avanços conquistados pela pasta em 2019. De acordo com o ministro Sergio Moro, as ações de combate à corrupção, criminalidade violenta e crime organizado – eixos prioritários do MJSP – resultaram em uma queda expressiva nos principais indicadores criminais em todo o Brasil, destacando o roubo às instituições financeira, uma redução de 36%  e homicídios, queda de 22% em todo o país de janeiro a agosto de 2019.

O ministro atribuiu os resultados positivos ao trabalho integrado realizado pelos agentes de segurança pública e inteligência, e citou operações e projetos estratégicos, como o Centro Integrado de Operações de Fronteiras. “A palavra-chave é a integração. Nós vamos inaugurar na próxima segunda-feira (16) o primeiro Centro Integrado de Operação de Fronteira em Foz do Iguaçu, dedicado ao combate de crimes, contrabando de drogas, armas e mercadorias, lavagem de dinheiro e, igualmente, financiamento ao terrorismo. É o primeiro, mas queremos, no futuro, criar outros”, explicou.

 Pacote anticrime

Durante o evento, o ministro fez um agradecimento ao Congresso pela rapidez na aprovação do pacote, e afirmou que um dos grandes fatores que estimula a prática de crime é a impunidade. Outro destaque feito por Moro foi o Sistema Penitenciário Federal, seguindo a política do MJSP de isolamento das lideranças criminosas. “Acredito que foi um dos fatores que impactaram a redução da criminalidade violenta no país, já que boa parte dela está relacionada à atuação dessas organizações criminosas”.