Poder Legislativo

Deputado Marcelo Brum defende fundo eleitoral para combate ao coronavírus e prorrogação das eleições de 2020 para 2022

Por Ronaldo Nóbrega. - terça, 31 de março de 2020
 

O deputado federal Marcelo Brum (PSL-RS) se manifestou em suas redes sociais sobre a crise do coronavírus e sobre matérias importantes para o futuro do país. Um aliado de primeira ordem do Presidente Jair Bolsonaro, Marcelo Brum demonstra sua seriedade ao se posicionar a favor da destinação do Fundo Eleitoral para o combate ao coronavírus.

Em outro tema polêmico, as eleições de 2020, o deputado sustenta o adiamento das eleições para 2022. A ideia é realizar um só pleito em nível nacional para todos os cargos executivos (prefeitos, governadores e presidente) e para todos os cargos legislativos (vereadores, deputados estaduais, distritais e federais e senadores).

Além de representar uma grande economia de recursos à União em um momento de crise, a unificação das eleições é um tema há muito tempo comentado no Congresso, mas sempre deixado de lado. Em suas redes sociais, o deputado Marcelo Brum vem se mostrando um defensor da visão menos apocalíptica pregada pelo Presidente.

Para Marcelo Brum interessa a setores específicos que a economia ou o país inteiro entre em colapso. A tendência é que Bolsonaro se fortaleça com a saída de Dias Toffoli da Presidência do STF que acontecerá em setembro. Além disso, em novembro, o ministro Celso de Mello irá se aposentar, deixando o cargo vago para Bolsonaro nomear alguém de sua confiança.

Nessa sucessão de fatos, em julho de 2021, Marco Aurélio de Mello também deixará sua cadeira na Suprema Corte para mais uma nomeação de Bolsonaro. Com essa nova composição do STF, é possível que a prisão após condenação em segunda instância tenha um novo entendimento, acarretando novamente a prisão do ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva.

Para fechar com chave de ouro, em outubro de 2022 a concessão de transmissão da Rede Globo vai acabar. Obviamente, há muita gente torcendo para que o Brasil não se desenvolva ou para que o governo falhe em sua missão de garantir os empregos e a renda das pessoas.

Enquanto isso, existem deputados lutando no Congresso Nacional para que um fundo bilionário possa ser usado em prol dos trabalhadores brasileiros, tanto para assegurar-lhes a saúde, como para manterem seus empregos. Ainda não se sabe os efeitos que o coronavírus causará na saúde pública e na economia brasileira, resta aos nossos representantes trabalharem mais e melhor, votando matérias importantes como o Fundo Eleitoral e o adiamento das eleições.

ronaldo.nobrega@justicaemfoco.com.br