Geral

EM LINHA COM COPOM, BB REDUZ TAXAS PARA PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS

BB | [email protected] - quarta, 05 de agosto de 2020
 

O Banco do Brasil vai reduzir as taxas de juros para linhas de crédito de pessoas físicas e jurídicas. As novas condições estarão disponíveis a partir da próxima segunda-feira (10).

NOVAS TAXAS PARA A PESSOA FÍSICA

O BB vai reduzir os juros das linhas de crédito imobiliário (SFH e CF), que passarão a ter taxas a partir de 6,59% ao ano ante os 6,99% atuais.

Para o home equity (empréstimo com garantia de imóvel) e a linha de crédito estruturado (também com garantias), as taxas serão alteradas nos patamares mínimos de 0,78% e de 0,75% ao mês, respectivamente, em lugar dos 0,80% e 0,77% ao mês praticados até aqui.

EMPRESAS TERÃO JUROS MENORES

As linhas de recebíveis – descontos de títulos e cheques, além da antecipação de crédito ao lojista (ACL) - passarão a contar com taxas a partir de 0,66%, 1,05% e 0,72% ao mês, em substituição aos atuais 0,76%, 1,07% e 0,74% ao mês, respectivamente.

Para o crédito rotativo, a taxa mínima será reduzida de 1,93% para 1,91% ao mês.

LINHAS DO AGRONEGÓCIO TAMBÉM SERÃO CONTEMPLADAS

As linhas de custeio e comercialização na modalidade de taxas livres direcionadas para produtores rurais terão seus encargos reduzidos. Para o custeio, sairão de 7,25% para 7,00% ao ano. Na linha de comercialização, os juros passarão a ser a partir de 6,90% ao ano.

As novas condições de taxas anunciadas hoje estarão disponíveis para todos os canais de relacionamento do Banco, inclusive os eletrônicos (app e internet banking), como mais uma forma de manter o posicionamento do BB de sempre oferecer a melhor relação custo-benefício para seus clientes.