Poder Judiciário

STF gasta mais de 1 milhão e 300 mil reais com diárias em 2020

Por Ronaldo Nóbrega  - quarta, 30 de dezembro de 2020
 

Por Ronaldo Nóbrega 

CEO Editor | Justiça Em Foco

Em plena pandemia, o Supremo Tribunal Federal se dá ao luxo de ‘torrar’ dinheiro público. De janeiro até 30 de dezembro de 2020, a Suprema Corte do país pagou a juízes, servidores e demais funcionários a exata quantia de R$ 1.361,594,39 reais. Essa informação é pública e pode ser constatada na página da transparência do STF.

Esses valores são indenizações para custear ‘diárias no país’ e ‘diárias no exterior’, não incluem as remunerações dos ministros nem do quadro de servidores. Isto é, quando um magistrado ou servidor do STF se desloca da sede do Supremo para algum outro lugar no país ou no exterior, ele recebe essa verba de caráter indenizatório para custear “despesas extraordinárias com pousada, alimentação e locomoção urbana”, conforme o artigo 52 da lei 8.112 de 1990.

De acordo com a transparência do próprio órgão, essa quantia é referente apenas 486 diárias.

Para acessar o link, clique aqui (Página da transparência).