OAB & CIA

"Cercear o advogado é fechar as portas para o cidadão", afirma Daniela Borges

Da redação com informações da ESA-BA. - terça, 27 de abril de 2021
 

A conselheira federal fez o encerramento do I Congresso Online da ESA-BA

A conselheira federal e presidente da Comissão Nacional da Mulher da OAB, Daniela Borges, foi a conferencista do encerramento do I Congresso Online da ESA-BA - Os Desafios da Advocacia nos Tempos Atuais, evento que aconteceu entre os dias 08 e 10 de abril.

A diretora da ESA, Thais Bandeira, destacou que o convite à Daniela Borges se deu pelo seu caminho não apenas como advogada, mas como mulher, professora e mãe. "Ela tem traçado uma trajetória brilhante na Comissão Nacional da Mulher Advogada. É a pessoa certa, no lugar certo e na hora certa", afirmou.

Daniela Borges parabenizou a Escola Superior da Advocacia pelo trabalho realizado, que buscou abordar uma série de temas importantes e que trouxe respostas para questões que estão afligindo toda a classe.

Daniela destacou a importância do respeito às prerrogativas da advocacia que estão sendo ainda mais violadas durante nesse chamado novo normal. "A pandemia trouxe um recrudescimento de um movimento que já existia antes da pandemia", frisou.

Ainda de acordo com Daniela Borges, não é possível pensar Justiça sem ampla defesa e contraditório, e quem garante isso é o advogado e advogada que defende o ponto de vista do cliente no processo. "No final das contas, a advocacia é o soldado no front de defesa dos direitos individuais".

Desse modo, a conselheira ressalta a estreita ligação entre o livre exercício da advocacia e a afirmação das garantias constitucionais. "Todas as ações e movimentos que implicam num cerceamento à presença do advogado dentro dos atos processuais, são um fechamento de portas para o cidadão que é parte daquele processo", concluiu.