OAB & CIA

Eleições OAB-DF: Campelo quer informar cada atualização do portal de transparência

[email protected] - sexta, 16 de julho de 2021
 

Enquanto alguns pré-candidatos à presidência da OAB-DF gastam energias para ter o apoio do governador Ibaneis Rocha, ex-presidente da seccional, outros empenham-se em apresentar propostas para a classe da advocacia.

No segundo caso, está o pré-candidato Guilherme Campelo, que, após propor a redução da anuidade em 50% na semana passada, revela pretensões de melhoria na prestação de contas da OAB-DF.

Transparência 

A Constituição Federal de 1988 garante ao cidadão o acesso aos dados públicos gerados e mantidos pelo governo. É direito de todo o cidadão ter acesso a, por exemplo, de onde vêm as receitas do Estado, como são gastos os impostos, quem são os servidores públicos, quanto ganham, entre outros dados.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre outras obrigações, deve ser exemplo para o Estado Democrático de Direito. Por isso, ser transparente, como prevê a nossa Carta Magna, é imprescindível para a entidade classe.

Entretanto, ao acessar o portal da transparência da OAB-DF, constata-se uma grande desorganização. Essa falta de ordem distancia os advogados da prestação de contas daquilo que é feito com o próprio dinheiro, cobrado anualmente pela entidade de classe.

Por isso, Guilherme Campelo revelou - em reunião com o pai, Estenio Campelo, e outros colegas - que quer implantar um sistema push para informar os advogados a cada atualização do portal de transparência. “Sempre que fazemos uma compra importante, um planejamento financeiro, olhamos nosso extrato bancário. Na OAB-DF não deve ser muito diferente, afinal o dinheiro não é do presidente, é dos advogados e advogadas”, afirmou Guilherme ao Justiça.

Campelo, ao detalhar a proposta, informou: “O interessado, depois de cadastrar-se, passa a receber por e-mail e SMS notificações quando houver nova prestação de contas.”

A OAB-DF está entre as 10 seccionais com anuidade mais cara e maior arrecadação no Brasil.