Geral

Aplicativo de bicicletas compartilhadas “tembici” chega à Brasília e recebe apoio do Detran-DF

Revista Brasília | - segunda, 25 de outubro de 2021
 

A mobilidade urbana de Brasília não é das melhores. Longe de ser uma exclusividade da capital do Brasil, muitas cidades pelo mundo tentam melhorar a locomoção das pessoas ao mesmo tempo em que buscam uma alternativa aos automóveis movidos à combustão, tornando-se assim cidades mais eficientes e sustentáveis.

Diversas iniciativas surgiram de empresas de tecnologia conhecidas como ‘start-ups’ e receberam apoio dos governos locais. A maioria delas oferecem meios de transporte sustentáveis desbloqueados por aplicativos, como os patinetes elétricos e as bicicletas compartilhadas.

Em Brasília, no último dia 11, foi realizado o lançamento do “tembici” no Parque da Cidade. A cerimônia contou com o apoio do Detran-DF que foi representado na figura do seu Diretor-Geral, Zélio Maia.

Para Zélio Maia, “quando saímos do Brasil para países desenvolvidos, é possível ver a sinergia no trânsito e como a bicicleta é um veículo necessário para a vida das pessoas. É bom ver esses exemplos de sucesso, pois trabalhamos para que um dia aqui seja assim também”, destacou o diretor.

É interessante ver que o Detran-DF está antenado em ações que podem melhorar o trânsito, promover a sustentabilidade e reforçar o papel do ciclista como um importante integrante da mobilidade urbana.

Nesse ponto, vale destacar que em 2021 houve uma redução de mais de 50% das mortes de ciclistas comparado ao mesmo período de 2020. Embora o DF ainda esteja longe de dar o devido respeito aos ciclistas, iniciativas como a “tembici” e as campanhas do Detran-DF ajudam a reforçar a cultura do respeito e da locomoção por bicicletas.

Em uma relação ganha-ganha, bicicletas compartilhadas promovem saúde, preservam o meio ambiente e resolvem uma dificuldade de locomoção que muitas vezes não é atendida pelos meios convencionais. Além disso, o usuário não precisa comprar uma bicicleta e gastar com os custos de manutenção e na dificuldade com o armazenamento.

A “tembici” promete entregar 70 estações que serão espalhadas pelo Plano Piloto com mais de 500 ‘bicis’ disponíveis. Prometem também fornecer uma bicicleta segura, útil, de fácil manuseio a um preço acessível. Uma ótima solução para a população.