Poder Judiciário

Desembargadora Maria do Carmo aborda desafios da jurisdição criminal em uma sociedade superconectada

Com informações do TRF1. - 01/04/2024
 

A desembargadora federal Maria do Carmo Cardoso foi uma das palestrantes do evento “Desafios Contemporâneos da Jurisdição Criminal em uma Sociedade Superconectada”, que ocorreu no dia 25 de março, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Distrito Federal.

A magistrada palestrou juntamente com os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Daniela Teixeira e Messod Azulay Neto, e o advogado Nefi Cardoso. A mediação ficou a cargo do advogado e presidente da Comissão de Ciências Criminais da OAB/DF, Bernardo Fenelon; da advogada e vice-presidente Gabriela Benfica e do advogado e presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (Abracrim/DF).

Na abertura, Maria do Carmo Cardoso lembrou que quando tomou posse no cargo de desembargadora federal no maior tribunal do País assumiu cerca de 25 mil processos. Para tentar equacionar essa quantidade de trabalho, a magistrada destacou que “um juiz tem que ter conhecimento técnico, inteligência, sabedoria e bom senso”.

Nesse contexto, a desembargadora federal falou como o trabalho remoto transformou a sociedade e o Poder Judiciário. “O acesso à internet e às redes sociais propiciaram um aumento de produtividade e eficiência na economia global. No Poder Judiciário, o aumento de produtividade foi exponencial”, afirmou Maria do Carmo Cardoso.

Ao longo da sua apresentação, a magistrada abordou ainda os problemas da superconectividade para a sociedade e os desafios de se julgar crimes tecnológicos relacionados à Inteligência Artificial.